“Participar” na era digital?

Uma conversa no Clube de leitura da gestão na secretaria de estado da gestão administrativa em Rio Branco-Acre sobre a participação na era digital.

Tweet 03

Como participar? como viver com os rastros digitais? como elaborar uma presença nos ambientes digitais? como arquivar e porque fazer memória?

IQTY6132

Tweet 04

Advertisements

Incapacidade e cidade inclusiva

Imagem2

Como planejar a cidade de uma forma que oferece a todas as pessoas a igualdade no exercício de direitos humanos através do acesso ao espaço, aos serviços, às políticas e à comunidade?

Fb 01
Como o digital pode favorecer a participação social de pessoas com incapacidade na “cidade da informação”?

Palestra apresentada no dia 15 de agosto de 2018 na Uninorte-Acre (Brasil).

Twitter 01

Para consultar o suporte da palestra: http://urlz.fr/7Abh

Cidade inclusiva pelas pessoas com incapacidade?

Palestra incapacidade e cidade inclusiva

Como reduzir o isolamento de pessoas com incapacidade e adaptar/melhorar a qualidade de sua participação social por meio do exercício de seus direitos? Como tornar a cidade um espaço inclusivo?

Palestra “Incapacidade e cidade inclusiva” no dia /15/08/2018, de 19h às 21h, no auditório de Bloco E, na Uninorte-Acre.

 

Conversa sobre a participação social na era digital

Conversa no Clube de leitura da gestão no estado do Acre (Brasil) sobre a participação social e seus significados/versões na época digital, no dia 17/08/2018 no auditório SGA/SESP às 08:30.

Palestra sobre identidade digital na Uninorte-Acre

Foto Hadi 2

A identidade digital é frequentemente apresentada como uma questão de imagem. No ambiente digital a visibilidade não é mais apenas aquela do retrato, nem mesmo aquela do corpo. A identidade digital se realiza mais no nível de auto-indexação do que a auto-representação.

A palestra sobre a interação social no ambiente digital e os desafios da identidade digital será realizada no dia 14 de augusto de 2018 na Uninorte Acre.

Incapacidade e Cidade inclusiva

 

Falar da cidade inclusiva na Uninorte-Acre (no Brasil dia 15 de agosto de 2018) é uma tentativa de trazer à America do sul (e sobretudo ao Brasil) um debate de cientistas e ativistas que começou em Quebec no Canada em 2016 com o projet “cidade inclusiva” organizado pela Rede Internacional sobre o processo de produçao de incapacidade (RIPPH) e o laboratório CIRRIS na Universidade Laval. O objetivo é pensar em planos e achar soluções inclusivas pela população com incapacidade.

Cursos sobre a comunicação, a cultura digital e a incapacidade na Uninorte-Acre (Brasil-2018)

 

Hadi Saba Ayon (Ph.D. em ciências da informação e da comunicação) ministra cursos na Uninorte-Acre sobre a comunicação e a rastreabilidade digital (De interação face-a-face à rastreabilidade digital); e sobre a participação social de pessoas com incapacidade e a cultura digital (Incapacidade, participação social e cultura digital).
Os dois cursos acontecem em agosto e setembre de 2018.